Isso sim é playoff de NBA

Posted: segunda-feira, 31 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Após a maioria dos confrontos terem sido decididos com extrema facilidade, as finais de conferência da NBA mostraram o que nós esperávamos, emoção e jogos disputados. Boston Celtics e Los Angeles Lakers fecharam seus confrontos em 4 x 2 contra Orlando Magic e Phoenix Suns, respectivamente, e agora se enfrentam na busca pelo anel de campeão da temporada 2009/20010 da NBA. Felizmente pude acompanhar pela TV as duas finais de séries. Será o confronto entre os maiores campeões da NBA, os Celtics buscam seu 18° título e os Lakers o seu 16°.

Após ter se classificado apenas em quarto lugar na temporada regular pela Conferência Leste, o Boston eliminou o Miami Heat, Cleveland Cavaliers e Orlando Magic. Na final contra Orlando, os Celtics chegaram a abrir 3 x 0 na série, inclusive com duas vitórias fora de casa, mas deixaram Orlando ganhar dois jogos seguidos e equilibrar a série. Na última sexta-feira, com uma vitória de 96 x 84, Boston fechou a série. Peço desculpas aos torcedores dos Celtics, mas se tivesse que escolher um jogo da série em especial eu ficaria com o quarto jogo vencido pelo Orlando Magic. Já podendo ser eliminado da série, Orlando venceu Boston fora de casa na prorrogação, com show de Jameer Nelson e Dwight Howard.

Na conferência Oeste, os Lakers confirmaram a sua melhor campanha na temporada regular e eliminaram nos playoffs o Oklahoma City Thunder, Utah Jazz e Phoenix Suns. Com 12 vitórias e 4 derrotas nos playoffs deste ano até então, os Lakers chegam a sua terceira final consecutiva. O confronto contra os Suns foi equilibrado, início com duas vitórias em Los Angeles para os Lakers e duas em Phoenix para os Suns, no quinto jogo, novamente em Los Angeles, os Lakers confirmaram o seu mando de campo e venceram. No sábado, em Phoenix, os Lakers conseguiram a primeira vitória fora de casa da série e fecharam o caixão do Phoenix, com uma vitória de 111x 103. O melhor jogo dessa série foi o quinto jogo com uma cesta salvadora de Ron Artest já no final da partida.

De um lado Andrew Bynum, Paul Gasol, Ron Artest, Derek Fisher, e o craque Kobe Bryant, e do outro Kendrick Perkins, Kevin Garnett, Paul Pierce, Ray Allen, e Rajon Rondo. Essa final promete, o primeiro jogo acontece na quinta-feira (03/06) em Los Angeles. Façam suas apostas!

Obs.: Como Roland Garros faz bem ao Brasil! Vamos Bellucci! (Foto: NBA.com)

Les Bleus, a França

Posted: sábado, 29 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Faltam 13 dias para a Copa do Mundo 2010, a Copa da África do Sul. Encerrando as análises de algumas seleções que vão ao Mundial 2010, vamos falar dos Les Bleus, a França. Campeã Mundial em 1998, a França parte em busca do bicampeonato que lhe escapou em 2006, quando perdeu a final para a Itália. Apesar de ter apenas um título Mundial, a França consegue causar inveja em nós brasileiros, pois conseguiu conquistar a Copa do Mundo em casa. Em 1998 com uma campanha invicta (seis vitórias, incluindo uma na prorrogação contra o Paraguai, e um empate nas quartas de final contra a Itália), a França levou a Copa. Foi a consagração de uma fantástica geração que tinha Zinedine Zidane como craque, e outros excelentes jogadores como Barthez, Thuram, Lizarazu, Henry, entre outros.

O caminho para 2010 foi mais de tempestades do que de bonança. Com o mesmo técnico da campanha 2006, Raymond Domenech, a França foi eliminada na primeira fase da Eurocopa 2008, com um empate e duas derrotas, e nas eliminatórias para a Copa sofreu para se classificar na repescagem contra a Irlanda. Foi preciso uma prorrogação e duas mãozinhas, uma do Henry no lance do gol e outra do árbitro que não viu a irregularidade.

A atual seleção é formada por: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal, Evra; Alou Diarra, Tolalan, Gourcuff, Ribery; Thierry Henry e Anelka. No elenco ainda tem Clichy, Diaby, Malouda, e Govou. A seleção tem o bom goleiro do Lyon, a zaga é segura e o meio ofensivo é talentoso. O ataque está envelhecido, principalmente após Benzema ficar de fora. Henry não é mais aquele de 2006 e Anelka, apesar da boa temporada pelo Chelsea, não é muito confiável. Ribery fez uma excelente temporada pelo Bayern de Munique e pode desequilibrar a favor da França.

A França está no grupo A com África do Sul, México e Uruguai. Acredito que passe da primeira fase com dificuldades, e só prossegue após isso com muita sorte. Pode ser que consiga repetir a campanha da Copa de 2006, quando após ter tido empates decepcionantes na primeira fase, a seleção foi se encorpando e chegou até a final, eliminando o Brasil. Mas vale lembrar que naquela seleção tinha Zidane, e essa não.

Encerro aqui a análise das principais seleções do Mundial 2010 e das do grupo do Brasil. Falei sobre as seleções da Alemanha, Argentina, Coréia do Norte, Costa do Marfim, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Itália, e Portugal. Na próxima semana prometo fazer minhas previsões (que dificilmente acerto), desde a primeira fase até a final.

Certo ou errado?

Posted: quinta-feira, 27 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Até onde torcida organizada pode ser chamada de torcida? Vimos nesta última terça-feira em São Januário uma situação lamentável e, infelizmente, recorrente entre a relação torcida organizada e o clube para que “torcem”. Digo recorrente porque já vimos à torcida organizada do Bahia invadindo o CT do clube Baiano e chegar às vias de fato com os jogadores, já vimos à torcida do Flamengo atirar bomba em cima dos jogadores durante um treinamento, já vimos à torcida do Palmeiras praticamente expulsar Vagner Love do clube, etc.

Questiono quando que começou essa relação que excede as quatro linhas? E por que os dirigentes esportivos deixaram chegar a esse ponto? Não sou ingênuo de generalizar todas as torcidas organizadas, já vi pela TV e já presenciei ao vivo o show que algumas torcidas organizadas fazem nos estádios, é uma mistura de cores e cantos empurrando o time para a vitória. E sei também que TODAS torcidas organizadas têm sua importância para o clube, são elas que acompanham diariamente as atividades e viajam pelo mundo seguindo o clube de coração. Mas confundir o amor e o respeito ao clube com ameaças, invasões e agressões a outros profissionais, isso não pode acontecer.

Não podemos perder o limite entra a razão e a paixão. Também sou torcedor, e sei como é difícil conviver com o time de coração passando por maus momentos, mas antes de tudo tenho que pensar no outro lado. Já que pregamos o profissionalismo no esporte, temos que fazer a nossa parte, e isso significa apoiar, incondicionalmente, quando tivermos que apoiar, e protestar quando tivermos que protestar. Quer protestar, quer falar mal, quer extravasar, faça tudo isso, mas faça no momento certo. E esse momento, sem sombra de dúvidas, não é no meio do treinamento.

Não prego o fim das organizadas e também não os rotulam de baderneiros, apoio e defendo suas iniciativas em prol do clube. Mas achar normal um grupo de torcedores invadir o local de trabalho dos jogadores e lhes fazerem ameaças, nunca irei achar. Se os dirigentes tiverem que diminuir a autonomia das organizadas no clube, que façam então. Vou terminar esta coluna com uma frase quem traduz bem o que eu penso, sei que é meio clichê, mas tá valendo: Violência gera violência! (Foto: GloboEsporte.com.br)

Seleção Européia

Posted: segunda-feira, 24 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Com o título da Internazionale na UEFA Champions League, chega o fim da temporada 2009/2010 da temporada Européia. Campeonato Inglês, Espanhol, Italiano, Alemão, Português, Holandês (só para citar os mais importantes), e a Champions League e Liga Europa, agora só a partir de Agosto.

A Internazionale fechou a temporada com a tríplice coroa, repetindo o Barcelona de 2008/2009. Na final da Champion
s League contra o Bayern de Munique, destaque para Diego Milito, autor dos dois gols da final. Milito ainda saiu para buscar o jogo e ajudar na marcação, foi uma apresentação de gala do atacante argentino. O Bayern começou melhor a partida, com Robben assustando o gol de Júlio César, mas após um chutão do goleiro brasileiro, Milito ajeitou de cabeça para o holandês Sneidjer que esperou Milito se mover e o deixou na cara do goleiro alemão Butt. Milito com enorme categoria, só tirou do goleiro e fez 1 x 0. No segundo tempo o Bayern voltou com tudo, e logo no primeiro minuto obrigou Júlio César a salvar o time da Inter. Enquanto Júlio segurava lá atrás, Milito resolvia na frente. Após receber passe de Eto’o, Milito driblou o zagueiro e marcou o seu segundo gol, fechando o caixão do time Alemão. Fim de jogo, Internazionale leva seu terceiro título, Mourinho conquista seu segundo e o futebol Italiano leva o seu décimo segundo título da UEFA Champions League.

É evidente que a Inter teve o melhor conjunto da temporada 2009/2010, afinal o que vale é conquistar títulos. Mas quem foram os destaques individuais da temporada Européia? Na Europa, é difícil escolher 18 jogadores (11 titulares e 7 reservas) dentre tantos craques. A minha seleção iria jogar em um 4-3-3, e os selecionadores seriam: Júlio César (Internazionale); Maicon (Internazionale), Lúcio e Samuel (Internazionale), Marcelo (Real Madrid); Lampard (Chelsea), Robben (Bayern de Munique), Sneidjer (Internazionale); Messi (Barcelona), Diego Milito (Internazionale) e Wayne Rooney (Manchester United). O banco teria Peter Check (Chelsea), Daniel Alves (Barcelona), John Terry (Chelsea), Xavi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Drogba (Chelsea), e Ólic (Bayern de Munique). O técnico seria José Mourinho da Internazionale.

A zaga é formada quase que por completo por jogadores da Internazionale, premiando o melhor sistema defensivo da Europa. Montado por Mourinho, o sistema conseguiu parar jogadores como Messi, Drogba e Ronaldinho Gaúcho. A lateral esquerda foi a posição mais difícil de encontrar o selecionado, não pelo grande número de jogadores, e sim pela escassez. Vimos que a lateral esquerdo é um problema não só do futebol Brasileiro, e sim Mundial. O meio teria Lampard que guiou o Chelsea nas conquistas do Campeonato Inglês e na Copa da Inglaterra, e dois Holandeses que reencontraram seu futebol, após uma passagem apagada pelo Real Madrid, Robben e Sneidjer. O trio de atacantes une o talento e raça Sul-Americana e o oportunismo Inglês. Messi fez de tudo nessa temporada, Milito surpreendeu muita gente e marcou gols nos três jogos que garantiram títulos para a Inter e Rooney levou o Manchester praticamente sozinho nas disputas pelos títulos.

O banco tinha que premiar outros destaques. Daniel Alves só não foi escolhido para o time titular porque Maicon foi o Daniel da temporada passada. Terry, apesar dos escândalos fora de campo, fez uma boa temporada pelo Chelsea junto com o atacante Drogba e o sempre seguro Peter Check. Xavi novamente nos encantou com seus passes açucarados, e Cristiano Ronaldo, que mesmo em um time mal armado, conseguiu marcar seus gols e levar o Real a disputar rodada a rodada o Campeonato Espanhol com o Barcelona. O futebol do croata Ólic cresceu junto com o do Bayern, e ele marcou gols importantes no campeonato Alemão e na Champions League. No comando desse timaço, José Mourinho. Marrento e debochado, mas muito mais competente! (Foto: GloboEsporte.com.br)

Tricampeã Mundial, a Alemanha

Posted: sábado, 22 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
1

Continuando a contagem regressiva para a Copa do Mundo 2010, faltam 20 dias. Hoje é dia de falar sobre uma das seleções de mais prestígio no mundo, a seleção da Alemanha. Dona de três títulos de Copa do Mundo (1954, 1974 e 1990), a Alemanha é junto com o Brasil o país que mais chegou em finais de Copas do Mundo, foram 7 no total. A diferença é que nós perdemos apenas duas das finais, e a Alemanha perdeu em 1966, 1982, 1986, e 2002. Os três títulos da Alemanha foram conquistados com a bandeira da Alemanha Ocidental, desde que ficou unificada o máximo que a Alemanha conseguiu foi o vice-campeonato em 2002.

O primeiro título da Alemanha teve uma curiosidade, na primeira fase os finalistas Alemanha e Hungria se enfrentaram, e a Hungria de Ferenc Puskás ganhou de 8 x 3. Tudo bem que o técnico alemão da época tinha escalado os reservas, mas 8 x 3 contra um adversário que viria a ser a campeã do torneio é no mínimo inusitado. O bicampeonato veio em grande estilo. A seleção que tinha Franz Beckenbauer e Gerd Müller como destaques, derrotou a sensação da Copa, a Holanda de Johan Cruijff e o seu carrossel. Na Copa que foi considerada a mais fraca tecnicamente, a Alemanha conquistou o tricampeonato contra a Argentina de Maradona na final. Beckenbauer após conquistar dentro das 4 linhas, conquistou a Copa como técnico.

A Alemanha chega embalada pelos recentes resultados. Foi terceira colocada na última Copa, perdeu a final da Eurocopa para a Espanha em 2008 e terminou de forma invicta nas eliminatórias para a Copa do Mundo 2010. Foram 8 vitórias e 2 empates em um grupo que tinha a Rússia e a Finlândia como maiores adversários. Apesar dos resultados, a seleção do técnico Joachim Löw não encanta. É eficiente, quanto a isso não se discute, mas joga o famoso futebol de resultado.

Um duro golpe afetou o coração dos Alemãs na última semana. Ballack, o temperamental craque e capitão da seleção, lesionou os ligamentos do tornozelo direito no último jogo oficial de seu clube, o Chelsea, na temporada e está fora da Copa. A atual seleção joga em um 4-4-2 e é formada por: Tim Wiese; Jerome Boateng, Mertesacker, Westermann, Philipp Lahm; Rolfes, Sami Khedira, Schweinsteiger, Ozil; Lukas Podolski e Mario Gomez. No elenco ainda tem jogadores como Serdar Tasci, Ame Friedrich, Thomas Muller, Klose, e o brasileiro naturalizado alemão Cacau.

A Alemanha está no grupo D da Copa 2010, junto com Austrália, Sérvia e Gana. Considero um grupo equilibrado, a Austrália deve ser a figurante do grupo, mas Sérvia e Gana podem dar trabalho para a Alemanha. Sérvia se classificou em primeiro lugar de seu grupo nas eliminatórias, deixando a França na repescagem, e Gana conta com alguns bons valores da última Copa e outros novos que conquistaram o último Mundial Sub-20 em 2009, inclusive enfrentando o Brasil na final. Aposto em Alemanha e Gana classificados para as oitavas, mas não vou arriscar quem vai ser o primeiro e o segundo. (Foto: GloboEsporte.com.br)

Fim da paradona

Posted: quinta-feira, 20 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
3

Nesta terça-feira a FIFA decidiu proibir a paradinha, ou melhor, a paradona. A partir de 1° de Junho, o batedor poderá fazer quantas paradas quiser até chegar à bola, mas a partir do momento que ele chegar na bola não poderá mais parar ou ameaçar o chute. O cobrador que infringir a regra será punido com um cartão amarelo e terá que repetir a cobrança. Essa mudança já vai valer para a Copa do Mundo 2010. Vou ser bem sincero com vocês amigos leitores, apesar de sempre preferir o futebol ofensivo, achei correta essa decisão da International Board.

A paradinha existe desde a época do Pelé, mas nos últimos tempos tem aparecido com mais freqüência e melhor executado. E não é só um recurso dos atacantes não, volantes e goleiros também usam esse artifício. Dos que eu vi usar a paradinha como recurso, o volante Alan Bahia do Atlético-PR é o que melhor soube executar. Já vimos lances em que o goleiro não caiu na paradinha do cobrador, deixando-o em apuros. Fred e Neymar que o digam!

Sabemos que o pênalti não deve beneficiar o infrator, tendo em vista que o infrator impediu uma situação de gol, mas também considero que a paradinha deixa praticamente em zero as chances de o goleiro defender a cobrança. O goleiro já não pode se adiantar antes do batedor cobrar, devendo permanecer com os dois pés na linha do gol, e com a paradinha é praticamente impossível a defesa. Mas os cobradores não precisam se preocupar, ainda vale aquela velha regra do pênalti: se a cobrança for bem feita não tem como o goleiro pegar!

Só espero que TODOS os árbitros sigam essa nova regra com o mesmo critério, e que saibam até quando ainda pode usar a paradinha. Nesta quarta-feira o árbitro Heber Roberto Lopes mandou o goleiro Viáfara (do Vitória) repetir a cobrança de pênalti após ele ter dado a paradinha, e ainda aplicou o cartão amarelo. O pior que esse foi o terceiro cartão amarelo do Viáfara na competição, e ele irá desfalcar o Vitória no primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Santos. Heber, até o dia 1° de Junho pode usar a paradinha!

Ta chegando a hora

Posted: quarta-feira, 19 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
3

Amigos leitores do blog, vejam esse vídeo dos canais ESPN. O clima da Copa contagia todo mundo, inclusive o Bono Vox do U2!

video

Fim dos campeonatos na Europa

Posted: segunda-feira, 17 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
4

Ano de Copa do Mundo provoca mudanças nos campeonatos do mundo inteiro. Se por aqui teremos a pausa de um mês entre Junho e Julho, na Europa os campeonatos acabam mais cedo. Alguns campeões nacionais já eram do nosso conhecimento, outros conhecemos neste fim de semana. Em Portugal, o Benfica impediu o pentacampeonato do Porto. Foi o 32° título nacional do Benfica, recordista em Portugal. Junto com o Benfica, o Braga (2° colocado nesta temporada) garantiu uma vaga na UEFA Champions League da próxima temporada. O Porto, que possui 24 títulos Portugueses, ficou apenas na terceira posição, e junto de Sporting e Marítimo vão disputar a Liga Europa na próxima temporada. Belenenses e Leixões foram rebaixados. Salvando a temporada, o Porto conquistou a Taça de Portugal com uma vitória de 2 a 1 sobre o Chaves, time da segunda divisão de Portugal.

Na Espanha deu o óbvio, disputa de rodada a rodada entre Barcelona e Real Madrid pelo título. Após fracassar no princip
al campeonato da Europa e na Copa do Rei, o Barça levou o caneco do Espanhol. Com 99 pontos conquistados (recorde da história do Espanhol), 31 vitórias e 98 gols marcados, o Barcelona conquistou o Bicampeonato, o seu vigésimo na história. Mesmo com tantas contratações caras, o time do Real Madrid fracassou na temporada e ainda viu seus maiores rivais comemorarem. O Barcelona no Campeonato Espanhol e o Atlético de Madrid na Liga Europa. Barcelona, Real Madrid, Valencia, e Sevilla conquistaram uma vaga na próxima UEFA Champions League, e Mallorca e Getafe na Liga Europa. Valladolid, Tenerife e Xerez foram rebaixados. A final da Copa do Rei será nesta quarta-feira entre Sevilla e Atlético de Madrid.

Na Inglaterra, o Chelsea conquistou sua primeira dobradinha de títulos na Inglaterra. Levou o seu quarto título Inglês e a sua sexta Copa da Inglaterra. Manchester que lutava pelo tetracampeonato ficou em segundo, e Arsenal e Tottenham completam a lista dos times classificados para a UEFA Champions League. Manchester City e Aston Villa irão disputar no ano que vem a Liga Europa. Liverpool, recordista de títulos junto com o Manchester, fez uma péssima temporada, terminou apenas em sétimo lugar na Premier League e não se classificou para as principais competições Européias. Os rebaixados foram Bunrley, Hull City e Portsmouth.

O Bayern de Munique confirmou sua superioridade na Alemanha e levou o seu vigésimo segundo título da Bundesliga e o décimo quinto título da Copa da Alemanha. O Bayern é o recordista de conquistas nas duas competições. Bayern, Schalke 04 e Werder Bremen se classificaram para a próxima UEFA Champions League, e Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund para a Liga Europa. Bochum e Hertha Berlim, duas vezes campeão Alemão, foram rebaixados. O Bayern sonha em repetir o feito do Barcelona na temporada passada, no próximo dia 22 irá disputar a final da UEFA Champions League e luta para conquistar a tríplice coroa.

A Roma bem que tentou, mas não teve forças para manter a liderança d
epois de ter realizado uma arrancada incrível no campeonato Italiano, e com isso a Internazionale conquistou o pentacampeonato (terceira vez que isso acontece na Itália), o 18° de sua história. O campeonato Italiano pode ser considerado um dos mais disputado da Europa, e essa temporada comprova essa tese. O time de Mourinho ainda levou a Copa da Itália, também sobre a Roma. Internazionale, Roma, Milan, e Sampdoria garantiram uma vaga na próxima UEFA Champions League, e Palermo e Napoli na Liga Europa. Atalanta, Siena e Livorno foram os times rebaixados. A maior campeã do Campeonato Italiano, a Juventus, fez uma péssima temporada, conquistando apenas o sétimo lugar e sem direito de disputar as principais competições da Europa na temporada 2010/2011. Promessa de uma grande reformulação no elenco da equipe de Turim. A Internazionale, que deve perder seu técnico Mourinho para a próxima temporada, agora vai focar todas as suas forças para conquistar seu terceiro título da Champions League no próximo dia 22. (Fotos: GloboEsporte.com.br)

Azzurra

Posted: sábado, 15 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Continuando a contagem regressiva para a Copa do Mundo 2010, faltam 27 dias. Chegou a vez de falar sobre a Azzurra, a seleção Italiana. A atual campeã é a única seleção que pode conquistar o pentacampeonato e se igualar ao Brasil nesta Copa 2010. Os quatro títulos Italianos foram conquistados nos anos de 1934, 1938, 1982 e 2006. A Itália ainda foi vice nos anos de 1970 e 1994, perdendo as duas finais para o Brasil. As únicas Copas que a Itália não disputou foi a de 1930 e a de 1958. Mazzola, Dino Zoff, Claudio Gentile, Paolo Rossi, Franco Baresi, Roberto Baggio, e mas recentemente Maldini, Francesco Totti e Del Piero, as seleções da Itália sempre foram marcadas por grandes jogadores.

Após o título em 2006, muita coisa mudou na Itália. Marcello Lippi deu lugar ao ex jogador Roberto Donadoni no comando da equipe, mas a fraca campanha na Eurocopa 2008 fez Lippi retornar a seleção Italiana. Nas eliminatórias para a Copa, a Itália impôs a sua força e terminou invicta com 7 vitórias e 3 empates em um grupo em que os maiores adversários eram Bulgária e Irlanda. Na Copa das Confederações em 2009 (a Itália se classificou por ter sido a última campeã Mundial) o desempenho foi fraco, sendo eliminada na primeira fase e tomando um surra de 3 x 0 para o Brasil.

A lista com 30 atletas que podem ir a Copa (Lippi ainda não cortou os 7 para fechar a lista com 23 jogadores) ficou marcada pela ausência de Totti, Cassano e Balotelli, jogadores com temperamento difícil mas que poderiam melhorar a criatividade da Itália. A atual seleção é formada por: Gianluigi Buffon; Zambrotta, Cannavaro, Chiellini, Fabio Grosso; Marchisio, De Rossi, Camoranesi e Pirlo; Iaquinta e Gilardino. No elenco ainda tem jogadores como Gattuso, Palombo, Borriello, e Di Natale.

A seleção parece uma réplica das últimas seleções Italianas, um forte sistema defensivo, um meio campo sem muita criatividade e um ataque de bolas aéreas. Itália, Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia formam o grupo F. O maior adversário da Itália na primeira fase deve ser a Eslováquia, que se classificou em primeiro lugar no seu grupo nas Eliminatórias. Aposto em uma classificação em primeiro do grupo, mas conquistado com dificuldade. Paraguai e Eslováquia devem lutar pela segunda vaga.

Na última Copa, a Itália foi se encorpando durante a competição e na final desbancou a França de Zidane. Mas não acredito que isso irá acontecer de novo, mesmo respeitando a história da seleção Italiana e seus quatro títulos, não acredito que chegue às semifinais do torneio.

Maioria mamão com açúcar

Posted: quinta-feira, 13 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
5

Quanto mais se aproxima da final de uma competição, se espera que os jogos fiquem mais difíceis e mais disputados. Mas três dos quatro confrontos de semifinais de conferência da NBA foi mais tranquilo do que qualquer um podia imaginar. Phoenix Suns, Los Angeles Lakers e Orlando Magic fizeram 4 x 0 em seus confrontos e se garantiram na final da conferência. O Suns vai enfrentar o Lakers e o Magic ainda espera o seu adversário, que sairá do confronto entre Cleveland Cavaliers e Boston Celtics.

Pela conferência Oeste, o Phoenix eliminou o San Antonio Spurs. O time do Phoenix não tem hoje um jogador capaz de ser considerado MVP da temporada, mas é compacto e bastante equilibrado. Jason Richardson, Amar’e Stoudmire e Steve Nash são os líderes desse time, possuem mé
dias 21.9, 20.5 e 17.8 pontos por jogo, respectivamente. Leandrinho tem sido discreto nesses playoffs, vindo do banco ele tem tido média de 7.6 pontos por jogo.

Após ter sofrido um pouco nas mãos de Kevin Durant na primeira roda dos playoffs, o Lakers passeou pelo Utah Jazz. Foi a terceira vez em três anos que o Lakers elimina o Jazz. Já virou freguês! Kobe Bryant com média de 26.9 pontos por jogo e Paul Gasol com média de 20.2 pontos por jogo são os destaque do Lakers. O confronto melhor de sete tem início na segunda em Los Angeles.

Na outra conferência (a Leste), o Orlando Magic não deu chances aos Atlanta Hawks. Olhando só os resultados dos jogos, esse foi o confronto mais tranqüilo de todos. Duas vitórias por mais de 30 pontos e outras duas por mais de 10 pontos de diferença garantiram o Orlando na final. O veterano Vince Carter parece ter reencontrado seu bom basquete, e junto de Jameer Nelson e Rashard Lewis marcam os pontos necessários e deixam Dwight Howard pegando tudo no garrafão.

O último confronto das semifinais está sendo marcado pelo equilíbrio. Boston
Celtics lidera por 3 x 2 contra o Cleveland Cavaliers. O quinto jogo está marcado para esta quinta-feira em Boston, e o Celtics pode eliminar o time de melhor campanha na temporada regular e favorito ao título da NBA. Rajon Rondo tem jogado muito pelo Celtics, Mas é bom ter cuidado com Lebron James que lidera a média de pontos nos playoffs com 29.3 pontos por jogo. Se necessário o sétimo jogo da série será no domingo em Cleveland. (Fotos: NBA.com)

Os 23 convocados para Copa 2010

Posted: terça-feira, 11 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores: ,
4

Saiu o que todos queriam! Calma pessoal, ainda não foi o décimo terceiro... foi “apenas” a lista dos 23 selecionáveis do Dunga. A lista com aqueles que terão a nossa torcida durante todo o mês de Junho, e se tudo der certo até o início do mês de Julho. A lista, que apesar de algumas injustiças, será a responsável por tentar nos trazer o Hexa! Já escrevi sobre qual seria a minha lista, então vou me dar o direito de apenas comentar essa lista do Dunga.

No gol não teve nenhuma surpresa. Foram chamados Júlio César, Doni e Gomes. Júlio César é hoje, sem sombra de dúvida, o melhor goleiro do mundo. Tem excelente reflexo, é seguro e sempre que precisam dele, ele está lá para garantir. O sucesso da Internazionale neste ano se deve, e muito, as atuações do Júlio César. A convocação do Gomes foi uma surpresa, mas foi uma justa surpresa. Ele fez uma boa temporada defendendo o gol da Tottenham e merecia sim a convocação. Doni só tem a confiança do Dunga, principalmente pelas atuações na Copa América em 2007, e hoje ele briga com outro goleiro para ficar no banco de reserva da Roma.

Nas laterais foram convocados Daniel Alves e Maicon para a lateral direita e Michel Bastos e Gilberto para a esquerda. De lateral direito estamos bem servidos, tanto o Maicon quando o Daniel Alves podem assumir a camisa 2 do Brasil com extrema eficiência. Não só da seleção Brasileira, mas de qualquer outra seleção do mundo. A esquerda foi o nosso maior problema nessa preparação para a Copa, desde a saída de Roberto Carlos nenhum outro jogador agradou ao ponto de ser considerado titular incontestável. Michel Bastos tem jogado pelo Lyon mais no meio campo, e acreditem no lado direito. O Gilberto, pelo Cruzeiro, tem jogado no meio campo, acredito que a escolha do Gilberto seja pela experiência dele já ter participado de Copa do Mundo.

Na zaga os titulares absolutos Lúcio e Juan terão como companheiros de setor o Luisão e o Thiago Silva. Juan conviveu com as lesões durante boa parte da temporada, mas conseguiu uma boa seqüência de jogos na reta final do campeonato Italiano. Lúcio após terminar a temporada passada desempregado, encontrou o bom futebol na Internazionale com atuações seguras. Luisão foi o capitão no título do Benfica no campeonato Português desta temporada. Se tudo der certo, acredito que o próximo capitão da seleção Brasileira será Thiago Silva, jogador técnico de excelente posicionamento e que não sai distribuindo pontapés.

A música do Skank diz: “o meio-campo é o lugar dos craques, que vai levando o time todo para o ataque...”. Os nossos “craques” escolhidos foram: Gilberto Silva, Josué, Felipe Melo, Kleberson, Ramires, Elano, Júlio Batista, Kaká. Gilberto Silva é jogador de confiança do Dunga, e apesar da idade avançada ainda consegue fazer bem a sua função. Josué não tem futebol para ser convocado, só na cabeça do Dunga. Felipe Melo fez uma péssima temporada na Juventus, tendo a sua contratação sendo considerada um fracasso, mas na seleção sempre jogou bem. O Kleberson começou muito mal o ano de 2010, frequentando o banco de reserva do Flamengo e não rendendo quando entrava em campo. Ramires em sua primeira temporada na Europa foi um dos responsáveis pela conquista do título Português pelo Benfica. Elano esteve presente na maioria das convocações do Dunga, e sejamos justos com ele, pois sempre fez o seu pela seleção. Kaká não teve uma boa temporada, ele conviveu com lesões, críticas e fracassos jogando pelo Real Madrid. A nossa esperança é que ele tenha guardado todo o seu futebol para a Copa. Júlio Batista é reserva na Roma, mas quando o Dunga precisou dele, ele cumpriu com eficiência o seu trabalho (Copa América em 2007). Mas será que seria ele o melhor jogador para substituir Kaká em uma eventual suspensão ou contusão (batam na madeira!) na Copa?

Nosso ataque terá Robinho, Luís Fabiano, Nilmar, e Grafite. Robinho sempre teve a confiança do Dunga, mesmo em má fase na Inglaterra. Forçou a barra e voltou para o Santos em busca do seu melhor futebol, ele ainda não encontrou, mas está no caminho certo. Luís Fabiano também conviveu com lesões nessa temporada pelo Sevilha, o nosso sucesso na Copa depende, e muito, dos gols do Fabuloso. Robinho e Luis Fabiano não chegam a ser um Romário e Bebeto, mas se completam e formam uma perigosa dupla de ataque. Seus reservas são Nilmar e Grafite. Nilmar voltou a jogar na Europa e pode desempenhar a função do Robinho e a do Luís Fabiano. É importante ter essa versatibilidade no grupo. Grafite foi a grande surpresa dessa lista, a temporada 2009/2010 não foi sua melhor pelo Wolfsburg (ALE) e esta é apenas sua terceira convocação para a Seleção. No último amistoso, em Março, ele foi convocado e entrou bem na partida.
Agora não adianta reclamar de quem foi e quem não foi convocado, a lista é essa. Se até a Copa ninguém se machucar é com ela que nós vamos lutar pelo HEXA!

Seleções do Grupo G

Posted: sábado, 8 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
6

Continuando a contagem regressiva para a Copa do Mundo 2010, faltam 34 dias. Conforme havia dito na minha primeira coluna sobre seleções que vão a Copa, eu vou falar das principais seleções (aquelas que chegam com status de favorita, claro que umas menos que as outras) e das seleções do grupo do Brasil. Portugal, que já foi falado por aqui, se encaixa nessas duas classificações. Hoje vou falar sobre as outras seleções do grupo do Brasil: Costa do Marfim e Coréia do Norte.

A Costa do Marfim é hoje a seleção Africana mais forte, é a que possui mais jogadores em times de ponta no futebol europeu. Mas está na hora de confirmar essa superioridade na prática, nas duas últimas Copas Africanas, a Costa do Marfim nem à final chegou. O experiente técnico sueco Sven-Goran Eriksson foi contratado e tem a missão de fazer o país ter uma melhor campanha do que na última Copa, quando nem passou da primeira fase. Essa vai ser apenas a segunda participação da Costa do Marfim em Copas do Mundo.

A seleção é formada por: Barry; Emmanuel Eboué, Kolo Touré, Meité, Tiené; Zokora, Yaya Touré, Tiote; Gervinho, Kalou e Drogba. O ataque é formado por dois jogadores do Chelsea, e o melhor deles (Drogba) não deve chegar em boas condições físicas na Copa do Mundo. A seleção pode surpreender, já é rodada e em casa pode fazer história. É bom Portugal abrir o olho, acredito que essas duas seleções vão disputar ponto a ponto a segunda colocação do grupo G.

A outra seleção é a Coréia do Norte, que também participará pela segunda vez em Mundiais. Em sua primeira participação, em 1966, fez uma campanha surpreendente, chegando até as quartas de final. Eliminou a Itália na primeira fase e perdeu nas quartas para Portugal de Eusébio. Nas eliminatórias para a Copa 2010 superou rivais como Irã e Arábia Saudita, seleções bem mais conhecidas.

Vou ser sincero com vocês, não sei como joga a seleção da Coréia do Norte. Pelo que eu andei lendo é uma seleção bastante defensiva e que joga nos contra-ataques, e o destaque da seleção é Hong Yong-Jo, do FC Rostov (RUS), um meia ofensivo que pode também jogar de atacante dependendo do esquema tático do técnico Kim Jong-Hun. A Coréia é uma incógnita não só para mim, muitos nunca viram um jogo da seleção. Recentemente a Coréia fez alguns amistosos visando o Mundial, jogou contra Venezuela, África do Sul e um clube Brasileiro. No final do ano passado a equipe disputou um amistoso contra o Atlético Sorocaba, equipe da segunda divisão do campeonato paulista, e empatou em 0 x 0. Com tudo isso e com o pouco que sei sobre a seleção, não acredito que ela passe da primeira fase.

Gostaria novamente de convidar todos para participarem da Liga do Blog no Cartola FC, é só procurar “Liga Colunas de Esporte” e entrar na liga. E peço aos que se interessarem em participar da brincadeira que chequem se ainda estão dentro do limite para participar de ligas particulares. Se não estiverem, infelizmente, não tenho como aceitar a participação de vocês. Participem! (Foto: ESPN.com.br)

Brasileirão 2010

Posted: quinta-feira, 6 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
5

Amigos leitores do Blog, vai começar neste fim de semana o Campeonato Brasileiro 2010. Podemos não ter o campeonato com os melhores jogadores ou com a melhor organização do mundo, mas com certeza temos o campeonato mais disputado! Todo ano sempre tem uns 5, 6 ou até mesmo 7 candidatos ao título, e alguns desses candidatos mudam a cada ano. Em qual outro país isso acontece? Um exemplo é que na maioria das vezes na Espanha Real Madrid e Barcelona já sabem que um deles será o campeão, na Itália Internazionale, Milan, Roma e Juventus brigam entre si, na Inglaterra ou dá Manchester United ou dá Chelsea, e na Alemanha apesar de algumas investidas dos adversários acaba dando Bayern de Munique.

Não gosto do modelo de pontos corridos, mesmo concordando que é o mais justo, acabo sentindo falta dos jogos finais. No ano passado teve emoção até a última rodada, mas acabou tendo alguns jogos de compadres no final. Uma mudança para evitar isso seria colocar clássicos regionais nas últimas rodadas, mesmo que os times não estejam disputando mais nada no campeonato, eles não iam querer fechar o ano perdendo para um de seus maiores rivais.

Esse ano os times vão poder fazer uma nova pré-temporada no início do campeonato, devido à paralisação para a Copa do Mundo. Na sétima rodada (06/06) o campeonato vai dar uma pausa por mais de um mês, a oitava rodada só está marcada para o dia 14/07. Para evitar problemas, é bom os times planejarem essa nova pré-temporada, principalmente aqueles que estarão envolvidos nas fases finais da Copa do Brasil e da Copa Libertadores.

Vou opinar sobre os times, lembrando que estou levando em consideração a base dos times de hoje (06/05). Sabemos que até o final do ano muitas coisas nos elencos vão mudar. Para facilitar vou dividir os times em três blocos: ataque ao título e libertadores; Sul-Americana; e zona morta e rebaixamento. No primeiro bloco encaixo o São Paulo, Santos, Corinthians, Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG e Flamengo. No segundo bloco encaixo o Palmeiras, Internacional, Fluminense, Vasco, Botafogo, Avaí. E por fim, no terceiro bloco encaixo o Goiás, Atlético-GO, Atlético-PR, Vitória, Ceará, Guarani e Grêmio Prudente (antigo Grêmio Barueri).

É claro que vou errar bastante nas minhas previsões, muitas surpresas e mudanças acontecem ao longo do campeonato, mas não vai ser isso que vai me fazer deixar de palpitar! Gostaria de convidar todos para participarem da Liga do Blog no Cartola FC, é só procurar “Liga Colunas de Esporte” e entrar na liga. Participem!!

NBA vai afunilando

Posted: segunda-feira, 3 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
4

Após duas semanas de jogos, a primeira rodada dos playoffs na NBA chegaram ao fim. Algumas varridas já esperadas aconteceram, outros confrontos equilibrados e uma grande surpresa marcaram essa primeira rodada. Surpresa porque sempre se espera que um time melhor classificado na temporada regular elimine o adversário pior classificado.

As semifinais da conferência Oeste ficaram San Antonio Spurs x Phoenix Suns e Utah Jazz x Los Angeles Lakers. San Antonio foi responsável por uma das surpresas mencionadas no início do texto. Os Spurs fizeram 4-2 no Dallas Mavericks, que tinham terminado em segundo na temporada regular. A dupla Manu Ginobili e Tim Duncan com todas as suas habilidades e experiências venceram o duelo contra Dirk Nowitzki, mesmo ele com média de 26,7 pontos por jogo. O time de Leandrinho, o Phoenix Suns, eliminou, também por 4-2, o Portland Trail Blazers. Destaque para as atuações individuais de Jason Richardson e Amar’e Stoudmire. O primeiro jogo será nesta segunda-feira em Phoenix.

Os Lakers confirmaram o favoritismo contra o Oklahoma City Thunder, mas como eu já previa o confronto não foi dos mais fáceis não. Os atuais campeões da liga fecharam o confronto em 4-2 e tiveram em Kevin Durant o seu maior adversário. Cheguei a ler, e concordei, em uma coluna publicada no diário Lance que o Oklahoma City Thunder tem tudo para ser campeão da liga em um futuro próximo. O Utah Jazz eliminou por 4-2 o Denver Nuggets de Nenê e duelam com os Lakers por uma vaga na final da conferência. Esse confronto já começou neste domingo, e os Lakers saíram na frente (104 x 99).

Na conferência Leste Cleveland Cavaliers e Boston Celtics eliminaram Chicago Bulls e Miami Heat, respectivamente, por 4-1 e já começaram a luta pela vaga na final. Cleveland saiu na frente com uma vitória de 101 x 93. Lebron James foi eleito MVP da temporada regular e mantém a regularidade nos playoffs, com uma média 32,3 pontos por jogo ele não dá chance aos rivais. Pelos Celtics há de se destacar os sempre eficientes Ray Allen, Paul Pierce e Kevin Garnett. Apesar de todo o favoritismo dos Cavaliers, considero esse o confronto mais equilibrado das semifinais de conferências da NBA.

O outro jogo será entre Orlando Magic x Atlanta Hawks. Será o confronto do time que passeou na primeira rodada dos playoffs contra aquele que passou o maior sufoco. Orlando fez 4-0 no Charlotte Bobcats e Atlanta só fechou a série contra Milwaukee Bucks por 4-3. Orlando pode esperar maior dificuldade nesse confronto e Atlanta pode se preparar para mais uma pedreira. O primeiro jogo acontece na terça-feira em Orlando.

Para não deixar passar batido fica aqui os meus PARABÉNS ao time do Santos (título bem mais complicado do que eu imaginava), Atlético-MG, Grêmio, Avaí, Atlético-GO, Vitória, e Fortaleza pelo título em seus respectivos campeonatos regionais. (Fotos: NBA.com)

Nossos Hermanos, a Argentina

Posted: sábado, 1 de maio de 2010 by FilipeJMS in Marcadores:
2

Faltam 41 dias para a Copa do Mundo 2010. É impossível imaginar uma Copa do Mundo sem a presença dos nossos “Hermanos” da Argentina. Foi no sufoco, mas a seleção de Maradona conseguiu sua classificação para o Mundial 2010. Sempre dizia para aqueles que torciam contra a Argentina para enxergarem o quanto de talento ia ficar de fora do Mundial sem a presença deles, e dizia também que torcer contra eles no Mundial é bem melhor!

Brincadeiras a parte, a talentosa seleção Argentina merece todo o nosso respeito e cuidado. A Argentina já chegou duas vezes em finais do Mundial, e em duas delas foi campeã. Mesmo com tanto talento humano, os dois títulos Argentinos foram marcados por polêmicas. Em 1978, no auge da ditadura Argentina, um jogo bem estranho entre Argentina x Peru manchou aquele mundial. E no outro título, em 1986, uma famosa “mãozinha” de Maradona ajudou, e muito, a Argentina!

Nas eliminatórias a Argentina teve altos e baixos, mas o que marcou mesmo foi a goleada de 6 x 1 sofrida contra a Bolívia em La Paz. No final, Maradona e seus comandados garantiram a 15° presença deles em Mundiais. A Argentina está no grupo B, junto com Nigéria, Coréia do Sul e Grécia. Não tem nenhum bicho de sete cabeças, Nigéria e Grécia devem brigar pela segunda vaga e a Argentina leva o primeiro lugar do grupo com tranqüilidade.

A atual seleção é formada por: Romero; Nicolas Otamendi, Colloccini, Demichellis, Heinze; Mascherano, Fernando Gago, Maxi Rodriguez e Verón; Messi e Higuain. No elenco ainda tem Javier Zanetti, Cambiasso, Di Maria, Agüero, Diego Milito e Carlitos Tevez. Sejamos sinceros, é um timaço do meio pra frente! Messi é o melhor jogador do mundo na atualidade, e seu desafio é render pelo menos 50% do que rende no Barcelona.

O problema da seleção Argentina está lá atrás, a defesa não é das melhores e o goleiro é bem fraco. Essa escassez de bons goleiros argentinos não é de hoje, mas se o ataque meter 5, a defesa pode tomar 4 sem problema nenhum. Maradona pode conseguir fazer os jogadores jogarem por ele e pelo o que ele representa, já foi possível notar uma melhora na equipe na vitória de 1 x 0 sobre a Alemanha.

A Argentina tem tudo para fazer um belo Mundial, só devem rezar para não enfrentar o Brasil. A freguesia aumenta a cada ano!